domingo, 5 de agosto de 2012

Exame da saliva indica dieta personalizada para perda de peso


Exame realizado com saliva mostra a quantidade de gorduras, carboidratos e proteínas que o paciente deve ingerir por dia
Foto: Shutterstock





AGÊNCIA HÉLICE











Especial para o Terra

Novidade na área da saúde, um exame realizado com amostra da saliva, já disponível no Brasil, é capaz de indicar a quantidade ideal que um indivíduo deve ingerir de gorduras, carboidratos e proteínas diariamente. A partir da leitura do material genético, é possível criar um cardápio personalizado para ajudar na perda de peso e, de quebra, melhorar o aspecto da cútis.
Inovador, o método desenvolvido pelas universidades norte-americanas de Ucla, Stanford e Harvard consegue indicar não só dietas de perda de peso, mas, também de controle da massa muscular. O resultado do teste nunca é igual, pois é dado após avaliação do genótipo, nome dado ao material genético herdado dos pais de cada indivíduo. Assim, o exame, solicitado pelo endocrinologista, testa os cerca de 200 genes que o ser humano possui e, ainda, consegue identificar até mil mutações relacionadas aos riscos para obesidade, diabetes ou colesterol alto.
Por aqui, a novidade já conquistou alguns especialistas. “Indico o exame em casos de obesidade, baixo peso, ganho de massa muscular e resgate da beleza da pele”, diz Tércio Rocha, endocrinologista e membro da Academia Brasileira de Antienvelhecimento (ABMAE).
Raio-x do metabolismo
Completo, além dos dados da dieta, o exame proporciona a investigação de como o corpo processa alguns nutrientes ou vitaminas, e ainda mostra as melhores estratégias de exercícios físicos para cada paciente. “É possível saber quais os alimentos diminuem ou aceleram o metabolismo e se há deficiência de vitaminas”, lembra Tércio.
O objetivo da dieta feita a partir do exame da saliva é levar o paciente ao seu peso ideal, de acordo com a idade, altura e raça. Não há contraindicações para o exame, já que com ele em mãos, é possível consultar nutricionista e personal trainer. O tempo necessário para perda de peso pode variar de acordo com o genótipo de cada pessoa e com a vontade de estar bem.
“Não existe uma dieta ideal para todos”, destaca Liliane Oppermann, nutróloga e diretora da Associação Médica Brasileira de Ortomolecular (AMBO). Ela lembra ainda que fatores como rotina e sexo também influenciam no controle de peso. “A massa muscular do homem tem mais gasto energético, além das diferenças hormonais existentes entre homens e mulheres” exemplifica.
Contudo, vale lembrar que, para uma dieta equilibrada, o consumo calórico deve ser dividido entre as fontes de energias, sendo 55% de carboidratos, 25% de lipídios e 20% de proteína. As substâncias são encontradas em alguns alimentos que podem ser incluídos neste tipo de cardápio, como Liliane indica a seguir.
Gorduras
Abacate, castanha, nozes, amêndoas, azeites - tanto de oliva quando de macadâmia e peixe - são alguns dos alimentos que possuem as chamadas gorduras do bem.
Carboidratos
Cereais, aveia, arroz, trigo, batata, mandioca e frutas como banana e manga são ideais quando numa dieta é preciso a ingestão de carboidratos.
Proteínas
Iogurte, queijo, leite, frango, ostras e lula são alimentos que contem proteínas e podem ser listados na dieta.
FICHA TÉCNICA
Tratamento: dieta personalizada feita a partir da saliva
Indicações: controle de peso e massa muscular
Benefícios: indica consumo ideal de gorduras, carboidratos e proteínas na dieta de cada indivíduo
Preço médio: R$ 1.200
Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário