domingo, 5 de agosto de 2012

Ioga facial fortalece pele flácida e previne marcas de expressão


Movimentos feitos com as mãos agem sobre os 57 músculos da face, melhorando a circulação sanguínea da região
Foto: Shutterstock

AGÊNCIA HÉLICE
Especial para o Terra

Tradicionalmente conhecida por combinar exercícios físicos, respiratórios e mentais levando ao equilíbrio do corpo, a ioga, agora também é usada para melhorar a aparência do rosto. Na mira da nova vertente da técnica indiana estão as linhas de expressão, pele flácida, rugas e os músculos tensos. Isso porque, feita com ajuda das mãos e com controle da respiração, a ioga facial trabalha intensamente a área do pescoço e da cabeça.
Quando realizados diariamente, por pelo menos 10 minutos, os exercícios agem sobre os 57 músculos da face.  Assim, melhoram a circulação sanguínea, tonificam a cútis, além de dar um chega para lá nas olheiras e rugas. “Como consequência dos movimentos simples e delicados, a aparência do rosto fica mais relaxada, a pele mais lisa com textura e coloração saudável, prevenindo a formação de rugas”, destaca Neila Yag, professora de ioga especialista em ioga laboral.
Apesar da melhora do aspecto da cútis, a técnica tem caráter preventivo, principalmente em casos de vincos profundos. “A ioga facial deve ser usada como complemento em outros tratamentos, pois isoladamente não reverte sinais de expressão”, afirma Valcinir Bedin, dermatologista e diretor do Centro Integrado de Prevenção do Envelhecimento (CIPE). Por isso, a prática pode ser iniciada ainda na juventude, quando a pele ainda não apresenta efeitos do tempo.
Confira, a seguir, sete exercícios de ioga facial indicados pela professora Neila para conquistar pele rígida e saudável. Eles podem ser feitos todos os dias, no conforto do lar. Uma dica é aplicar a técnica logo cedo, depois de acordar, assim será possível observar os benefícios durante o dia todo. 
1 - Exercite a testa
Comece pela testa, massageando com a ponta dos dedos, em movimentos circulares, de baixo para cima, desde a região das sobrancelhas até a raiz do cabelo. Tudo delicadamente.
2 - Movimente as pálpebras
Em volta dos olhos e pálpebras, continue com movimentos circulares, de baixo para cima e de dentro para fora.
3 - Aperte a área da bochecha
Na região da bochechas, faça movimentos de dentro para fora, desde o nariz até as orelhas, com a ponta dos dedos apertando e soltando delicadamente.
4 - Lembre-se dos lábios
Na região dos lábios, indo em direção ao queixo, até o pescoço, faça os mesmos movimentos circulares com a ponta dos dedos.
5 - Movimente a cabeça
Abaixe a cabeça até que o queixo encontre o osso do tórax. Depois leve-a para trás o máximo que puder. Repita o movimento pelo menos cinco vezes.
6 - Controle a respiração
Faça os movimentos, respirando profundamente.  Inspire e expire devagar para exercitar o diafragma, músculo que fica na região abdominal. Controle a respiração apenas pelas narinas, mantendo a boca fechada.
7 - Simule uma gargalhada
Simultaneamente, abra e feche os olhos, faça um biquinho com os lábios e, em seguida, simule um sorriso largo. Se conseguir, sorria de verdade - ou simule a gargalhada -, assim, todos os músculos do rosto são exercitados.
Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário