Utilizado para realçar o olhar e manter a produção perfeita, o rímel pode ser tornar um verdadeiro tormento quando não retirado da maneira correta. Isso porque resíduos do cosmético podem ficar nos cílios e causar uma inflamação no olho, deixando a região sensível e irritada. Para não precisar abrir mão do poderoso item de maquiagem, alguns truques são capazes de remover o produto sem deixar o temido “olho de panda”. 
Essa atenção deve ser adotada diariamente para não agredir também a pele, pois a make dura, no máximo, doze horas na cútis. Após esse período, o artigo de beleza pode acumular gordura nos poros, promovendo perda de hidratação e favorecendo o aparecimento de cravos e espinhas.
Xampu para bebê
Com propriedades neutras e hipoalergênicas, o xampu para bebês é um dos cosméticos mais indicados pelos especialistas para retirar o rímel. Isso porque o item é capaz de limpar completamente sem irritar a pele. “Para melhorar a ação do xampu, a mulher pode pingá-lo no algodão e aplicá-lo na área dos olhos com movimentos suaves”, afirma Valquíria Albuquerque, esteticista do salão Bellíssima Beauty, do Rio de Janeiro. 
Demaquilante
Queridinho entre as mulheres, o demaquilante possui ácido lactobiônico, que associado às outras substâncias - como extrato de hamamélis e o complexo poliácido -, é capaz de tonificar a pele e normalizar o pH da região. No entanto, as donas de cútis sensíveis podem sofrer com a vermelhidão na área, por isso, antes de aplicar o cosmético é recomendado procurar um especialista. “Para aplicá-lo só é necessário umedecer o algodão e passar suavemente nos cílios com delicadeza”, ensina Valquíria.
Lenços descartáveis e pré-umedecidos
Normalmente utilizados para bebês, os lenços descartáveis e pré-umedecidos são capazes de remover a máscara para os olhos de forma prática e rápida. Contudo, é preciso ficar atenta aos resíduos, pois o produto pode deixar um pouquinho da maquiagem na área.
Rímel à prova d’água
Por ser um composto quimicamente mais forte do que os outros, o rímel à prova d’água pode agredir a cútis, por isso deve ser retirado com um bom demaquilante. No entanto, eles só podem ser usados sem medo por quem não tem a pele sensível. “Quando o item não é removido adequadamente, ficam resíduos que podem provocar o aparecimento até de fungos”, alerta a especialista.


Agência Hélice
Terra