Uma das grandes preocupações femininas em relação à aparência, a gordura localizada está com os dias contados. É o que promete um aparelho batizado de Galeno Sculptor, criado para exterminar o excesso de células adiposas por meio da combinação de quatro potentes técnicas de redução de medidas associadas ao preventivo LED vermelho. Como resultado, a mulher pode perder quatro centímetros na silhueta e ainda reduzir a celulite e a flacidez.
Primeira etapa do tratamento, a criotermolipólise altera a temperatura das células adiposas para até -2º C. “O congelamento destrói os adipócitos e os transforma em lixo orgânico, que é eliminado pela urina”, explica Andrea Torres, fisioterapeuta e coordenadora estética do W SPA, do Rio de Janeiro. A eliminação total pode levar até dois meses, sendo facilitada pelo consumo diário de líquidos e de sessões de drenagem linfática, ao menos duas vezes por semana.
Dando sequência à técnica, o ultrassom do tipo cavitacional aproveita o metabolismo acelerado para potencializar o derretimento da camada de gordura, que se encontra fragilizada. Na terceira fase, a radiofrequência multipolar é usada contra a flacidez, pois proporciona a compactação da pele pelo aquecimento, o que aumenta a síntese das fibras de colágeno e elastina. Em casos em que é formada uma cicatriz interna, a chamada fibrose, entra em cena o ultrassom focalizado, um poderoso anti-inflamatório com efeito térmico. Para finalizar, o LED vermelho previne contra o aparecimento de hematomas na região.
A duração do procedimento varia conforme a região do corpo tratada. No abdômen, por exemplo, realiza-se uma hora de congelamento e 30 minutos de ultrassom cavitacional. Já na parte lateral da barriga, é preciso passar mais uma hora na clínica de estética. “O congelamento, especificamente, só é realizado na área do abdômen e dos flancos, pois estudos apontam falta de eficácia em outras regiões”, esclarece Andrea. Já nas demais áreas do corpo, que apresentam gordura localizada, é possível usar a associação de radiofrequência com os dois tipos de ultrassom.
Resultados
Logo após a primeira sessão é possível notar a diferença no tamanho do manequim. “Na maioria dos casos, uma única vez resolve, já que o aparelho elimina 25% da gordura total. É possível perder a partir de quatro centímetros, a depender do metabolismo”, completa a especialista. Porém, o efeito no visual dura dois meses, sendo necessário passar por nova sessão, após esse período, para manter a medida. 
Gestantes, mulheres com cicatriz na área a ser tratada ou com queloide não devem passar pela técnica, que custa entre R$ 1 mil e R$ 3 mil.