segunda-feira, 10 de junho de 2013

Massagem modeladora reduz até 5 cm da silhueta em três sessões



Pensada especialmente para mulheres e homens atarefados, que buscam tratamentos estéticos expressos entre um compromisso e outro, a massagem modeladora detoxi-redutora promete diminuir até cinco centímetros de circunferência, em três sessões de uma hora, cada. Funcionando como uma “lipoaspiração não invasiva”, a técnica utiliza ativos termogênicos, que aumentam a temperatura do corpo, para secar medidas.

Para que essas substâncias penetrem profundamente na pele e alcancem o efeito esperado, os movimentos manuais da massagem e o auxílio da tecnologia do ultrassom são fundamentais. Dessa maneira, é possível enxugar com rapidez o agrupamento de gorduras em áreas como flancos, barriga e culote. “Para manutenção do novo manequim, é indicado fazer novas sessões, duas vezes por semana”, indica Vanessa Metz, especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).


Nas áreas onde há concentração de celulite e gordura localizada, o protocolo também é auxiliar, já que as manobras ainda têm efeito de uma drenagem linfática manual, desintoxicando o organismo ao liberar o líquido que se deposita entre as células e que não consegue se movimentar sozinho.

Passo a passo
Para iniciar a sessão, é feita uma esfoliação corporal com óleo de semente de abricó, que estimula a renovação celular. Em seguida, é aplicado um gel com ativos mobilizadores de gorduras como cafeína, silício orgânico, argenina, guaraná e centella asiática. Nesse passo é usado o aparelho de ultrassom para estimular a diminuição das células adiposas.

Além dessas etapas, é possível incluir o uso de radiofrequência para ajudar no sucesso da técnica e ainda eliminar os vestígios de flacidez que podem aparecer em virtude da diminuição da silhueta. E, claro, adotar uma alimentação balanceada para prolongar os resultados alcançados. Realizada em clínicas de estética de todo o Brasil, a massagem redutora custa, em média, R$ 250, por sessão.


Agência Hélice
Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário