sexta-feira, 27 de setembro de 2013

De placenta a fogo: técnicas curiosas prometem tratar a pele












Em meio às novidades lançadas no mercado estético, procedimentos inusitados baseados em excrementos de animais, bebidas alcoólicas e até mesmo na areia destinada à higiene dos gatos são aderidos sem medo pelas celebridades em nome da vaidade em frente ao espelho. Embora alguns deles não possuam comprovação científica, outros podem trazer grandes benefícios à pele. Por isso, conheça, a seguir, sete tratamentos curiosos que prometem ser a chave para o rejuvenescimento.
Placenta de ovelha
Victoria Beckham utiliza o creme desenvolvido com a célula tronco do animal para reverter os sinais do envelhecimento. O cosmético, que também é misturado a flocos de ouro, promete combater os radicais livres, apesar de não haver nenhuma comprovação científica de sua eficácia. “Segundo a teoria, os tecidos embrionários rejuvenesceriam a pele devido aos fatores de crescimento presentes em sua composição. No entanto, não há como estimar quantos desses elementos existem na fórmula do produto”, explica Valcinir Bedin, dermatologista e doutor em medicina pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).
Fogo na pele
O tratamento que atea fogo numa toalha com álcool aplicada sobre o rosto durante poucos minutos para garantir o rejuvenescimento facial por meio da regeneração celular vem sendo bastante aderido na China. Devido ao risco de queimaduras e cicatrizes permanentes, o método é realizado com o auxílio de uma máscara. “Toda agressão à pele remove as células mortas. Neste caso, o aquecimento acelera esse processo”, afirma o especialista.
Creme com fezes de rouxinol
Utilizado por famosos como Victoria Beckham e Tom Cruise, o cosmético feito à base de excrementos do passarinho e misturado à farinha de arroz é utilizado há muitos anos no Japão. Isso porque a máscara promove uma espécie de peeling, graças à presença de uma substância ácida encontrada no dejeto do animal que auxilia na renovação celular. “Além disso, o sucesso da combinação do elemento com o cereal se deve ao ácido kójico que possui substâncias clareadoras”, explica.
Cosmético de esperma
Pouco convencional, a iguaria comercializada em cosméticos é proveniente da baleia, mas possui a mesma composição da encontrada em outros mamíferos. Com textura gelatinosa, o creme possui 90% de água em sua composição e o restante composto por sais minerais e vitamina E, substância antioxidante bastante instável. “Por isso, não há como estimar quanto tempo ela pode durar em um cosmético para fazer efeito”, alerta o dermatologista.
Sangue
Técnica adotada pela socialite Kim Kardashian visa retirar sangue do braço e injetá-lo novamente nos músculos faciais para provocar a produção de colágeno e elastina. O tratamento surgiu na década de 40, mas atualmente passa por uma máquina que aumenta a taxa de oxigênio antes de ser reaplicado. “Devido ao fato de a teoria também ser relacionada aos fatores de crescimento, não existe comprovação científica de sua eficácia”, diz Valcinir.
Areia para gatos
O produto feito com um tipo de argila de origem vulcânica pode funcionar, também, como máscara facial. Por ter estrutura fina e leve, o artigo promove um peeling suave e pode ser utilizado como esfoliante. “Devido à sua composição, a areia tem efeito calmante, mas deve ser utilizada, porém, na fórmula pura, pois as essências aplicadas podem causar reação alérgica”, explica.
Cerveja
Presente na composição de toda cerveja, a cevada - segundo algumas teorias - pode conter propriedades anti-inflamatórias e fatores de crescimento, como o EGF, que beneficiam a pele. Apesar disso, assim como ocorre com os outros tratamentos baseados nos fatores de crescimento, é impossível estimar quanto dessas substâncias estão presentes nos produtos feitos com o elemento e, portanto, não há comprovação científica de que a bebida tem realmente o poder de beneficiar a pele.

Agência Hélice
Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário