segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Novos cuidados garantem pele impecável na primavera; aprenda





Com a chegada da primavera, pequenas mudanças na rotina de beleza devem ser colocadas em prática, devido às alterações no clima, que tanto influenciam a qualidade da pele. Comuns à época, os aumentos graduais da temperatura e da umidade do ar podem provocar ressecamento, alergia e até mesmo o aparecimento de manchas nas áreas mais expostas, como rosto, pernas, braços e mãos, se novos cuidados não forem seguidos.

Um dos principais problemas da nova estação é o aumento de radiação solar, que somado à falta de cuidados com o sol, pode resultar em manchas e rugas precoces. “No inverno, as pessoas não estão acostumadas a usar filtro solar, e quando a primavera se inicia demoram a entender que precisam intensificar o uso deste produto”, diz Carla Bortoloto, dermatologista e professora da pós-graduação em Dermatologia pela Faculdade de Medicina Souza Marques.

A constante oscilação no termômetro também representa um perigo, pois desequilibra a retenção da quantidade de água necessária para que o corpo mantenha-se naturalmente hidratado. Por isso, toda atenção é pouca para ficar longe do ressecamento. Cremes com ureia, silicone, óleos naturais ou manteigas especiais garantem hidratação profunda e ativa em todos os tipos de pele durante o dia inteiro. Além disso, vale a pena abusar dos cosméticos que contêm fator de proteção na fórmula.

Em compensação, o aspecto engordurado, típico dos dias mais quentes, não dá as caras na primavera. Ainda assim, produtos oil free não devem ser abandonados por pessoas que apresentam tendência à oleosidade. “A temperatura elevada pode aumentar a sensação de brilho, mas não estimula a produção de sebo na face”, explica a dermatologista.

Rotina
Durante a primavera, os cuidados com a limpeza, hidratação e proteção são imprescindíveis. “Lave o rosto duas vezes ao dia, hidrate o corpo preferencialmente após o banho, e proteja a pele com filtro de fator 30 de manhã, antes de sair para o almoço e no meio da tarde”, recomenda a especialista. Quem permanecer por um longo período exposto ao sol deve contar com outras formas de proteção, como o chapéu e os óculos escuros.

Agência Hélice
Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário