quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Dicas deixam pele lisa e recuperada após a depilação facial



Uma das tarefas mais difíceis quando o assunto é depilação, a retirada dos pelinhos faciais costuma dar bastante trabalho para as mulheres devido às características da pele, que é sensível e sujeita a irritações e manchas. Diante disso, a escolha da técnica de remoção do buço e dos fios ralos nas laterais do rosto deve ser bastante cautelosa para minimizar o impacto provocado pela agressão.

Por isso, tome nota, a seguir, dos principais passos para realizar a depilação facial e o que deve ser feito para deixar a pele sempre lisinha e livre de marcas.


Conheça os métodos disponíveis
Eficaz para a depilação do corpo, a cera quente também é o método mais utilizado no rosto, procurado principalmente por quem deseja um efeito mais duradouro. Apesar disso, ela deve ser realizada com atenção devido à sua alta temperatura. “Se estiver muito quente, a cera pode causar queimaduras e irritação, pois a pele do rosto é mais sensível do que a de outros locais do corpo”, explica Joelma Silva, depiladora do Salão Celebrité, de São Paulo.

É exatamente por isso que a cera fria é a melhor opção para dar fim aos pelos, já que pode ser aplicada com folhas prontas, sem oferecer o risco de agressões à pele. No entanto, pode causar mais dores no momento do arranque. 

Já o método realizado com linha pode ser bastante eficaz por usar um material especial feito de algodão, não causar alergias, além de tirar vários fios de uma só vez pela raiz.

Higienize a pele
Antes da depilação, especialmente se houver suor ou maquiagem no rosto, é fundamental fazer a higienização. “A limpeza pode ser realizada com sabonete neutro e água, ou com soro fisiológico”, recomenda a especialista.

Hidrate a pele após o procedimento
Por ser mais sensível, a pele do rosto necessita de cuidados diários de hidratação que devem ser mantidos após a depilação. “O soro fisiológico também deve ser aplicado após o método, pois ele auxilia nesse processo”, completa.

Proteja-se do sol
Como está mais exposto à radiação solar, o rosto precisa contar com a ação do filtro solar após o processo de depilação, pois a pele estará sensibilizada e poderá descamar mais facilmente.

Evite tratamentos com ácido
Realizar procedimentos estéticos feitos com ácidos, como peelings químicos, não combina em nada com a depilação, pois deixa a pele mais suscetível a lesões. Por isso, antes e depois da remoção dos pelinhos da região, vale a pena dar um intervalo de, pelo menos, uma semana para evitar o risco de reações adversas. 


Agência Hélice
Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário