Pegar sol sem proteção é um verdadeiro perigo para a beleza e a saúde da pele, que tem como consequência imediata a queimadura, principalmente nos períodos de intenso calor da primavera e do verão. Para amenizar o quadro antes de buscar tratamento profissional, vale a pena lançar mão de soluções caseiras simples capazes de auxiliar na recuperação da pele.
“Queimaduras solares, geralmente, são de primeiro grau e podem ser tratadas com receitas feitas em casa num primeiro momento. Porém, se houver a presença de bolhas em mais de 20% do corpo ou febre, o mais indicado é procurar um especialista”, explica Maria Bussade, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). A seguir, tome nota de quatro soluções caseiras para aliviar pele da ação solar.
Chá de camomila gelado
Com efeito calmante, o chá diminui a vermelhidão e a ardência provocadas pelo sol. Para dar resultado, ele deve ser aplicado de duas a três vezes ao dia. “A mistura deve ser bem concentrada: dois saquinhos de chá para um copo de água”, ensina Maria. Depois de preparado, deixe gelar, embeba um algodão e aplique compressas sobre a área afetada.
Água fria
Compressas de água fria ajudam a retirar o calor e a resfriar o corpo, dando sensação de conforto e recuperando a pele. Frescas ou geladas, elas precisam permanecer em contato com a queimadura por cerca de quinze minutos, até proporcionarem alívio e diminuir um pouco o provável inchaço.
Amido de milho
Em casa, faça um banho de imersão em água fria e adicione duas ou três colheres (de sopa) de amido de milho. Não acrescente mais do que isso para que a mistura não vire uma grande papa sobre o corpo. “O alimento aumenta o poder de hidratação e combate a inflamação”, explica Maria.
Água termal
Com alto poder hidratante, a água termal repõe os sais minerais perdidos pelo corpo com a desidratação, além de reequilibrar o pH da pele. Aplicar o produto constantemente sobre a região queimada estimula com eficiência o processo de recuperação do tecido cutâneo.
O que não fazer
Evite banhos com água quente e o uso de sabonetes, pois ambos, isolados ou combinados, tornam a pele mais ressecada e aumentam a descamação. Além disso, 
não estoure as bolhas e evite remover as “pelinhas”, pois elas têm a função de proteger a pele nova. “O correto é investir em hidratação, pois quanto mais hidratada, mais rápido a pele irá se recuperar”, completa a dermatologista.http://migre.me/gnrst
Agência Hélice
Terra