terça-feira, 24 de junho de 2014

Queda de cabelo: descubra como tratar

 Luciana Macedo de Oliveira
sachasilveira@sachasilveira.com.br


Os cabelos são sem dúvida um dos maiores aliados das mulheres no quesito beleza. Assim como ter cabelos bonitos e bem cuidados são sinais de saúde e bem-estar, o oposto influencia, negativamente, na autoestima e personalidade da mulher.



                                         



Por isso, é importante observar sempre a saúde dos fios, principalmente, em relação às mudanças emocionais, hormonais e ao uso de diferentes produtos químicos e assim suspeitar de uma possível queda capilar que, diagnosticada no início, tem tratamento e reversão do quadro.

A queda de cabelo feminina pode surgir por diversos fatores, inclusive emocionais, como o estresse e a ansiedade. Como consequência, a calvície feminina pode originar, ainda, outros problemas de ordem emocional, tornando a situação ainda mais dramática. Com o auxílio de um profissional qualificado é possível amenizar e até reverter o quadro.

Segundo a médica dermatologista, Luciana Macedo de Oliveira, Diretora Médica da Clinique des Arts, SP, o primeiro passo é diagnosticar a causa do problema. “Uma dieta desequilibrada, excesso de química, histórico na família, problemas de saúde como anemia, hipotireoidismo e doenças reumatológicas problemas hormonais, fatores emocionais entre outros inúmeros fatores podem estar ligados a essa queda. Por isso, a primeira fase do tratamento requer um estudo detalhado da paciente”.

Diagnosticado a causa do problema, é hora de combatê-lo. E hoje, a medicina está preparada para isso. “Primeiro, vamos corrigir a causa da queda, por exemplo: Não utilizar o produto químico causador da queda (caso a queda esteja relacionada ao uso deste produto).


                                   
                       




                                
No caso de problemas como anemia ou doenças reumatológicas, tratar a causa já reverte a queda do cabelo. Em casos de problemas hormonais e alopecia androgenética, temos medicamentos específicos que ajudam a controlar a queda. É comum também administramos o uso de medicamentos tópicos para estimular o crescimento ou o uso de laser e em último caso partimos para o transplante capilar”, explica Dra. Luciana.                   
                        Saiba mais sobre sua saúde  Fonte: Minha Saúde Online


Nenhum comentário:

Postar um comentário