sábado, 12 de julho de 2014

Conheça os tipos de lipoaspiração que existem no mercado





Ana Paula Polato

A lipoaspiração em seus diversos tipos existentes no mercado é o segundo procedimento cirúrgico estético mais procurado pelas mulheres brasileiras.

De acordo com um recente levantamento realizado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, 21% das mulheres que se submetem as plásticas optam pelo implante de mama, as lipos vêm logo atrás com 20% da preferência feminina. As cirurgias de redução de mama foram realizadas por 12%, pálpebras representam 9% das pacientes e as cirurgias no rosto somaram 7% das entrevistadas.

Com a chegada do outono e inverno, a procura pelas intervenções cirúrgicas de caráter estético aumenta consideravelmente. No caso das lipoaspirações, a procura é elevada em até 100 %.

De acordo com a Cirurgiã Plástica Ana Paula Polato, esse fato se dá pelas restrições exigidas pela cirurgia da remoção de gorduras localizadas. “O uso obrigatório de cintas modeladoras geram desconforto no calor. Além disso, a exposição ao sol não é permitida durante o processo de recuperação pelo risco de manchas na pele”, afirma a médica.
                                           

Para as mulheres que estão interessadas em melhorar a estética e elevar a auto-estima com a redução de medidas, a cirurgiã plástica Ana Paula Polato explica quais são os métodos de lipoaspiração presentes no mercado atual. Vale lembrar que em qualquer tipo de lipoaspiração, para haver segurança, o volume aspirado não pode ultrapassar 5 a 7% do peso corporal.

Lipoaspiração tradicional- Funciona com a retirada da gordura localizada através de cânulas de metal e aparelhos de sucção. A intervenção exige anestesia geral ou peridural com sedação e a recuperação acontece em até um mês após a cirurgia. 



imagem Google


Lipoescultura- Quando gorduras de áreas específicas do corpo, como quadris e cintura são aspiradas e distribuídas para modelação do corpo, através de enxerto. A gordura retirada pode ser aplicada nos glúteos, por exemplo. A gordura enxertada não é definitiva, sendo absorvida pelo corpo com o passar dos anos.

Hidrolipo – Utiliza apenas anestesia local e é recomendada para os que possuem pequena quantidade de gordura e áreas restritas a serem lipoaspiradas. Ao contrário do propagado pela média, não apresenta diferença de técnica, sendo caracterizada apenas pelo tipo de anestesia e pela quantidade de retirdada.

Vibrolipoaspiração (Vibrolipo) – Utiliza o vibrolipoaspirador, espécie de motor acoplado na cânula da lipoaspiração convencional, que promove movimentos vibratórios da mesma, circulares e de vai e vém.  Isso resulta em movimentos mais delicados que o cirurgião realiza, deixando de executar movimentos bruscos e agressivos, que traumatizam mais o organismo e expõe a riscos maiores. Conseqüentemente o material aspirado é praticamente só gordura, com quantidade mínima de sangue. 

Lipoaspiração ultrassônica- Liquefaz a gordura através do uso do ultrassom para depois aspirar a gordura através da cânula. Necessita de anestesia geral ou peridural com sedação. Demanda o mesmo tempo de recuperação da lipo tradicional e mantém a obrigatoriedade do uso das cintas nas regiões afetadas. Se a gordura localizada for baixa, os médicos podem optar pela anestesia local.

Lipoaspiração a laser- Esse método consiste em derreter a gordura através de um laser localizado na ponta da cânula, responsável por sugar o excesso de gordura localizada para fora do corpo. O método pode causar queimaduras e deve ser aplicado por profissionais com experiência com uso de laser.




imagem Google


                                                                                                            Vale lembrar que qualquer intervenção cirúrgica oferece riscos à saúde dos pacientes. Os efeitos adversos da anestesia, infecções e hemorragias podem ocorrer e por isso as cirurgias devem ser realizada sempre em ambiente hospitalar, em instituições idôneas, além de ser vital que os pacientes assumam os riscos e sigam as recomendações médicas. Em condições ideais, os pacientes das lipoaspirações sofrem riscos mínimos de complicações.

Saiba mais sobre sua saúdeFonte: Minha Saúde Online




Nenhum comentário:

Postar um comentário