sábado, 3 de janeiro de 2015

O café e seus benefícios para a atividade física

Dr. Rondó




Talvez você ainda não saiba, mas o café possui grandes benefícios que podem ajudá-lo em suas atividades físicas. Vale a pena conhecê-los e tirar o melhor proveito deles.
Para que você tenha uma ideia, um estudo feito por Dr. Ori Hofmekler, autor do livro Maximum Muscle Minimum Fat, o café aumenta o nosso metabolismo em 20%. Segundo ele, a bebida pode ser mais benéfica se consumida antes do exercício, pois nessa condição o nosso corpo permite uma rápida liberação de energia para a atividade física, principalmente quando o treino é feito ainda cedo.
Entretanto, o café deve ser consumindo com cuidado e moderação. Ele é uma substância potente que pode afetar a glândula adrenal, e caso você possua alguma alteração dessa função, tenha ainda mais cuidado. Para que não haja a agressão do sistema adrenal, o café deve ser natural, fresco e orgânico. Usado logo cedo, o café também aumenta o glutamato que é um neurotransmissor excitatório.
A recomendação é que se consuma uma xícara de café, ou expresso, pela manhã antes de treinar. E só, durante todo o dia!

Café pode reduzir as dores musculares pós-exercício

De acordo com um estudo publicado no Jornal da Dor, em março de 2007, consumir o equivalente a duas xícaras de café uma hora antes do treino pode ajudar a reduzir as dores musculares pós-exercício em mais de 48%.
Ao ser comparado com um antiinflamatório o café apresentou 30% de redução das dores pós-exercício enquanto o medicamento apontou somente 25%.
Com isso, os autores concluem que a cafeína funciona melhor do que a aspirina e o buprofeno (antiinflamatório), especialmente em mulheres que normalmente consomem pouco café.

Por que beber café depois do exercício não é recomendado?

Quando usado antes do exercício, o café vai dar um bom estímulo. Entretanto, ele afeta os seus músculos da mesma forma que o exercício. Ele aumenta a produção de energia pelo seu músculo enquanto inibe o mecanismo que aumenta a síntese protéica no seu músculo (inibe a enzima mTOR).
O que isso significa é que o café, similar ao exercício, na verdade inibe o mecanismo que faz o músculo se desenvolver. Na verdade, fazemos o músculo crescer após o exercício e não durante o treino!
Quando você toma café antes do exercício, a enzima mTOR é inibida em uma ação anormal. Em jejum, exercício e café inibem mTOR que pode ser comparado a um ser feito de molas comprimido em uma caixa fechada.
É interessante como o exercício inibe e ativa a mTOR ao mesmo tempo. Quando usado antes do treino, essa inibição acaba tão logo você termine de se exercitar, porém com maior efeito. Associado à sua alimentação pós-treino o seu músculo estará biologicamente mais preparado para aceitar proteína e ganhar massa muscular.
Por isso o momento certo do uso do café é importante!
E fique atento! Use sempre um café de qualidade e uma boa máquina. Aconselho não estragar o produto com o uso de copos de plástico, pois eles liberam o Bisphenol A (BPA) que promove a alteração endócrina simulando os seus hormônios e afetando a reprodução e o desenvolvimento cerebral. Essa é uma substância tóxica que vai para a sua circulação. Evite também os copos de isopor que liberam moléculas de polistireno, que também são indesejáveis.
O correto é usar xícara de vidro ou cerâmica.
Referências bibliográficas:
The Journal of Pain March 2007; 8(3): 237-243
- University of Georgia Office of Public Affairs
- Journal of Physiology Nov 1, 2010;588(Pt 21):4289-302

Nenhum comentário:

Postar um comentário