terça-feira, 14 de julho de 2015

Tenho mioma no útero. Posso engravidar?

Mioma uterino é um pequeno tumor benigno que cresce no tecido uterino e que, na grande maioria dos casos, não causa grandes problemas às mulheres. Mas em algumas delas, ele poderá dificultar a gravidez.

Mioma: o que é?

O mioma é um tumor benigno uterino que acomete mulheres principalmente em idade reprodutivo. Não se sabe exatamente qual a causa do mioma, mas o aparecimento dos nódulos costuma estar relacionado ao desequilíbrio dos hormônios estrógeno e progesterona.

Sintomas 

O principal sintoma é o aumento do fluxo menstrual, que se torna mais abundante e pode durar por mais dias do que o normal. Além disso, pode haver a presença de coágulos sanguíneos na menstruação.
Dores durante o sexo, dor pélvica, sensação de peso no baixo ventre e dificuldade em esvaziar a bexiga durante a micção também podem ocorrer.

Mioma e gravidez 


Alguns tipos de mioma podem impedir a fecundação, outros podem causar aborto espontâneo.
O médico especialista em reprodução humana João Sabino da Cunha, professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, explica que, dependendo da localização, o mioma pode diminuir aschances de engravidar.
"Os miomas submucosos, por exemplo, se desenvolvem dentro da cavidade uterina e podem ser responsáveis por abortos espontâneos", explica. 
Já o mioma intramural, que se localiza na parede uterina, pode, em alguns casos, alterar o formato da cavidade uterina, causando infertilidade. Esse tipo de tumor pode atingir a cavidade uterina, nesse caso é chamado de transmural.
Além desses tipos, também existem os miomas subseroso e pediculados, que mais raramente causarão alterações de fertilidade. De 5% a 10% das mulheres com qualquer tipo de mioma terá infertilidade.

O útero e os tipos de mioma.

Tratamento do mioma 

O tratamento do mioma varia de acordo com cada paciente. Pode ser feito com suplementos de vitaminas e ferro para repor as perdas ocorridas com o sangramento menstrual abundante, com anticoncepcionais para equilibrar os níveis hormonais e com cirurgias para retirada dos miomas.
Na maioria dos casos, o mioma não impede a gravidez. Mas, se a mulher com miomas esteja tentando ter filho há mais de um ano, João Sabino aconselha a buscar a ajuda de um especialista.
Se o mioma for a causa da infertilidade, o médico poderá indicar um dos tratamentos anteriormente citados. Caso a retirada cirúrgica do mioma não seja indicada e os outros tratamentos não forem possíveis, a fertilização in vitro se torna opção.
O especialista explica ainda que quando a paciente possui múltiplos miomas e já foi submetida a procedimentos mal sucedidos, a probabilidade de o embrião fixar no útero é muito pequena. Em situações como essa outras alternativas deverão ser consideradas, como o útero de substituição.
fonte: bolsademulher  por Redação

Nenhum comentário:

Postar um comentário