segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Cientistas criam camisinha que combate HIV e aumenta prazer

O preservativo foi desenvolvido em uma tentativa de incentivar a utilização de proteção e frear o avanço do HIV no mundo



(Noticias ao Minuto)

Cientistas do Centro de Ciências da Saúde da Universidade do Texas (EUA), financiados pela Fundação Bill Gates, desenvolveram uma nova camisinha mais eficiente na prevenção da AIDS e que proporciona maior prazer na hora do sexo. O preservativo foi desenvolvido em uma tentativa de incentivar a utilização de proteção e frear o avanço do HIV no mundo, segundo o site Mistérios do Mundo. Ainda em fase de protótipos, diversas empresas já manifestaram interesse pelo produto, segundo a BBC.

O preservativo conta com um produto à base de hidrogel, capaz de matar o vírus mesmo quando ocorrem acidentes, como o rompimento da camisinha, pois só o contato do vírus com o produto já é capaz de inibir a atividade do vírus. Para aumentar o prazer de ambos os parceiros, os pesquisadores acrescentaram um antioxidante ao preservativo.
“As pessoas dizem que não usam preservativos porque eles não proporcionam o mesmo prazer sexual. Mas o antioxidante (presente na nova invenção) realça os neurotransmissores que atuam nas terminações nervosas, proporcionando uma sensação prazerosa maior. Se o vírus do HIV entrar em contato com o produto, a camisinha irá bloqueá-lo, prevenindo que ele se replique e entre no corpo do parceiro”, explicou Mahua Choudhury, principal pesquisador da nova invenção. Os cientistas preveem que a nova camisinha já esteja disponível no mercado dentro de um ano.  (Noticias ao Minuto)

Nenhum comentário:

Postar um comentário