terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

O que escondem os absorventes e tampões?


Quase metade dos tampões e absorventes higiênicos que foram analisados pela defesa do consumidor da França, contêm dioxinas e agro químicos.
Num total de 11 marcas analisadas, cinco continham resíduos potencialmente tóxicos. Em referências à marca OB apareceram vestígios de dioxinas (poluentes industriais) e produtos da marca Tampax apresentaram resíduos de halogêneos (subprodutos relacionados com o processamento de matérias-primas).
Na análise promovida pela revista ’60 Millions de Consommateurs’ foi ainda detetada a presença de glifosato, herbicida relacionado com casos de câncer em zonas onde é muito usado, de pesticidas organoclorados e um tipo de inseticida.
A revista destaca que, apesar dos níveis detetados serem baixos, os riscos não podem ser considerados nulos, “até porque são poucos os estudos sobre a absorção sistemática destas substâncias pela vagina", destaca o Dr. Jean-Marc Bohbot, especialista em doenças infecciosas e diretor médico do Instituto Fournier em Paris, ouvido pela mesma revista.
É necessário o estabelecimento de normas para exigir aos fabricantes que façam o controle de qualidade, de modo a garantir que nenhum resíduo tóxico potencialmente perigoso esteja presente nestes produtos de higiene íntima, mas também exigir mais transparência nos rótulos.    (Noticias ao Minuto)

Nenhum comentário:

Postar um comentário