quinta-feira, 30 de março de 2017

Os opostos não se atraem, explicam psicólogos

(Reprodução/Noticias ao Minuto)



A ideia de que os opostos de atraem é amplamente difundida, mas, de acordo com décadas de investigação científica, os opostos tendem a se repelir. Em artigo publicado na plataforma The Conversation, o professor e psicólogo social Viren Swami explica por que os opostos raramente se atraem.

Segundo o especialista, e de acordo com as conclusões de vários estudos, as pessoas com quem não concordamos tendem a provocar sentimentos negativos que nos levam a sentir repulsa por elas. Além disso, pessoas com ideias opostas às nossas tendem a gerar ansiedade e confusão.

Já as pessoas que concordam conosco ou com quem dividimos características tendem a validar as nossas atitudes, o que nos dá consistência – um fator muito favorável tanto para as relações amorosas como de amizade.

No entanto, por vezes, as semelhanças podem afastar as pessoas à medida que sentem que precisam de se desenvolver e crescer com alguém diferente.

Alguns psicólogos acreditam que mais do que personalidades semelhantes, é preciso ter personalidades complementares. No entanto ainda não há provas científicas suficientes para sustentar esta teoria.

O ideal, como destacam os especialistas, é esquecer a ideia de que os opostos se atraem – uma vez que isso raramente acontece – e procurar alguém com qualidades e atitudes semelhantes às suas, mas que ofereça algum potencial de auto-expansão. As informações são do Noticias ao Minuto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário